INSTITUCIONAL

O objetivo da criação deste site é ampliar as possibilidades de comunicação, análise de sugestões e de documentos, de forma a dar subsídios que irão colaborar na elaboração da contribuição oficial da SEDUCE-GO para a Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

E o que é a BNCC?

Como documento orientador curricular, a BNCC deverá contribuir para orientar a construção do currículo das mais de 190 mil escolas de Educação Básica do país, espalhadas de Norte a Sul, públicas ou particulares. Em Goiás, são cerca de 2000 escolas que compõe as redes públicas e particulares contribuindo com o documento preliminar. Com a BNCC, serão evidenciados os objetivos e expectativas de aprendizagem essenciais contemplados nas quatro Áreas de Conhecimento: Matemática,  Linguagens  Ciências da Natureza e Ciências Humanas.

Desta forma, os sistemas educacionais, as escolas e os professores terão um importante instrumento de gestão pedagógica e as famílias poderão participar e acompanhar mais de perto a vida escolar de seus filhos. A Base é parte do Currículo e orienta a formulação do projeto Político-Pedagógico das escolas, permitindo maior articulação deste. A partir da Base, os mais de 2 milhões de professores continuarão podendo escolher os melhores caminhos de como ensinar.

Neste sentido, entra outra discussão muito importante, que são os elementos que compõe a Parte Diversificada do currículo, ou seja, eles precisam ser somados nesse processo de aprendizagem e desenvolvimento dos nossos alunos. Tudo isso respeitando a diversidade, as particularidades e os contextos de onde estão inseridos, em nosso caso Goiás.

A Base é uma conquista social. Sua construção é crucial para encontrarmos um entendimento nacional e regional em torno do que é importante no processo de desenvolvimento dos estudantes brasileiros da Educação Básica. Entender seu real significado e participar da sua construção é direito e dever de todos.

Por que a criação de uma BNCC?

Inicialmente é importante esclarecer que a necessidade de criação de uma Base Nacional Comum atende e vem de encontro a prerrogativas legais, preconizadas na  Constituição Federal, de 1988, no Art. 210 e na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDBEN), em seu artigo 26.

Mas é a partir das Diretrizes Curriculares Nacionais (DCNs) que a BNCC é efetivamente detalhada, e onde todo o processo atual de construção da BNCC se inspira e se organiza. Mais recentemente a necessidade da BNCC foi evidenciada ainda em outros documentos significativos para a Educação, frutos de discussões de todos os setores da sociedade. Ela está indicada nas Conferências Nacionais de Educação e também no Plano Nacional de Educação (PNE). O PNE estabelece, em diversas estratégias, a construção de uma proposta de Direitos e Objetivos de aprendizagem e desenvolvimento, coordenados pelo MEC, e que deve ser encaminhada, até junho de 2016, para o Conselho Nacional de Educação (CNE).

De toda forma, mais do que algo que venha atender as prerrogativas legais, as escolas têm em mãos uma oportunidade de contribuir na construção de uma referência de currículo que articule os esforços existentes na unidade escolar, nos estados, no Distrito Federal e em muitos municípios que produzirão seus documentos curriculares.

Para que serve a BNCC?

A BNCC tem dentre seus objetivos, se tornar um instrumento de gestão, que oferecerá subsídios para a formulação e reformulação de propostas curriculares dos sistemas de ensino, construído a partir do diálogo com toda a diversidade do ambiente escolar e com as especificidades que caracterizam o contexto educacional brasileiro, isto, a partir dos objetivos de aprendizagem e desenvolvimento estabelecidos nas Áreas de Conhecimento, nas etapas e segmentos da Educação Básica.

Além disso, espera-se que seja a BNCC um dispositivos para (re) orientar as políticas de Avaliação da Educação Básica; (re)pensar e atualizar os processos de produção de materiais didáticos e, também, colabore na discussão da política de formação inicial e continuada de professores.

Como se dará essa construção?

Essa construção se dará de forma democrática e coletiva, a partir da participação de toda a sociedade brasileira, onde os múltiplos atores envolvidos nesta dinâmica tenham espaço e meios para fazer aportes, considerações e observações nesse processo de elaboração da Base Nacional Comum Curricular.

No intuito de tornar esta dinâmica uma realidade é fundamental experimentar e (re) pensar mecanismos que facilitem a coleta e análise de todas as contribuições, principalmente as que se originaram a partir do lançamento da proposta preliminar da Base, que já foi apresentada e posta em discussão.

Este portal foi construído neste sentido, o de ser uma ferramenta que possibilite a comunicação e a análise de sugestões que vão colaborar na construção de um entendimento em torno da BNCC. Lembrando novamente, que o que temos em mãos, é um texto preliminar da BNCC, que foi construído por especialistas a partir das Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a Educação Básica e demais Diretrizes, os documentos curriculares dos estados e municípios e os conhecimentos produzidos pelas áreas de conhecimento da educação básica.

Na elaboração desse documento preliminar estiveram envolvidos sob a coordenação da Secretaria de Educação Básica o Conselho Nacional de Secretários de Educação (CONSED); União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME); Fórum Nacional dos Conselhos Estaduais de Educação (FNCE), União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação (UNCME); União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), Fórum Nacional de Educação (FNE) e outras importantes associações profissionais e científicas da área, com o intuito de informar as ações realizadas e mobilizar para as discussões nacionais e regionais.

O site da BNCC em Goiás tem esse desafio, ser uma ferramenta de comunicação e contribuição para as discussões sejam feitas nas Comissões Regionais em torno da BNCC. Com vistas a mobilizar os envolvidos, principalmente as unidades escolares, no contato com sua Comissão Regional, e esta com a Coordenação Estadual,  visando colaborar para o entendimento nacional, que vai reforçar o pacto federativo. Este site se propõe também a ser o meio de divulgação do que já tem sido feito em Goiás, além  de ser a ponte de comunicação entre  Comissões Regionais, Coordenação Estadual (via, GTs  inclusive)  em relação às contribuições a serem feitas no documento preliminar da BNCC.

O que são os GT’s integrantes da Coordenação Estadual?

Os Grupos de Trabalho (GT’s) foram pensados pela Coordenação Estadual para atuarem, principalmente junto às Comissões Regionais no processo de discussão e contribuição do documento preliminar da BNCC. Dentre outras atribuições, estes grupos foram constituídos para trabalhar nas quatro áreas de conhecimento segundo o documento: Matemática, Linguagens, Ciências Humanas e Ciências da Natureza.

Estes GT’s são formados por profissionais da SEDUCE, especialistas nas áreas de conhecimento anteriormente mencionadas, que atuam na reflexão e orientação curricular em Goiás. De forma a contribuir na orientação às Comissões Regionais, esta equipe se reúne semanalmente para estudos específicos do documento preliminar da BNCC, e se encontram a disposição para atendimento através do email bnc@seduc.go.gov.br. Orientamos que ao solicitar alguma informação, registrem no email a área de conhecimento e componente curricular relacionada à orientação desejada.

Tenham tod@s uma excelente discussão!!